Associe-se

Cooperativismo: tudo o que você precisa saber

Credibrf

5 de julho de 2022

Quando falamos de modalidades de negócios, o cooperativismo vem ganhando destaque por ser um mecanismo de incentivo para o desenvolvimento econômico. Este modelo organizacional baseia-se na ideia de que as pessoas podem prosperar juntas, através do compartilhamento de ideias e valores, resultando em melhores oportunidades para todos. 

Recentemente houve a atualização dos ramos do cooperativismo no Brasil, a fim de facilitar a representação e estruturação. Hoje temos sete ramos: transporte, agropecuário, crédito, saúde, infraestrutura, consumo e trabalho – produção de bens e serviços. 

Segundo dados do Sistema OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), temos no Brasil aproximadamente 5.314 cooperativas com registro ativo e mais de 15 milhões de cooperados.

Quer entender mais como esse sistema funciona? Continue a leitura.

O que é cooperativismo?

Por definição, segundo o Dicionário Michaelis, o cooperativismo é um “sistema econômico e social em que a cooperação é a base sobre que se constroem todas as atividades econômicas (industriais, comerciais etc.)”

Portanto, o sistema cooperativista começa quando pessoas com um interesse em comum se associam para atingir desenvolvimento econômico e social. Neste sistema não há como meta os fins lucrativos, pois o objetivo principal é a obtenção de vantagem econômica no processo produtivo.

Desde a primeira cooperativa da história, foram criados princípios para nortear este modelo. São eles: 

1º. Adesão voluntária e livre: todas as pessoas que estejam alinhadas ao objetivo econômico da cooperativa, e dispostas a assumir suas atribuições, são bem-vindas;

2º. Gestão democrática: todos os membros devem participar das tomadas de decisões e definições de políticas;

3º. Participação econômica dos membros: todos os cooperados possuem o dever de contribuir igualmente para o capital da organização; 

4º. Autonomia e independência: mesmo em caso de acordos com outras instituições, o controle democrático deve permanecer com os membros da cooperativa, sem exceções;

5º. Educação, formação e informação: o desenvolvimento das comunidades é um dos objetivos do cooperativismo, e isso se dá através do comprometimento com a educação e formação dos membros, trabalhadores e público em geral; 

6º. Intercooperação: sempre trabalhar em conjunto, independente de barreiras geográficas, manter a união para alcançar um bem comum;

7º. Interesse pela comunidade: as políticas devem levar em consideração a contribuição para o desenvolvimento sustentável da comunidade.

Todos esses princípios foram definidos desde a primeira cooperativa fundada, em 1844, na Inglaterra. Agora, vamos entender como este movimento começou.

Como ele surgiu?

Em 1844, na cidade de Rochdale, um grupo de trabalhadores, composto por 27 homens e  uma mulher, se juntaram para abrir um armazém. A ideia foi comprar alimentos em grande quantidade, com melhores preços, para depois dividir igualmente entre eles. Nascia então a primeira cooperativa que, após quatro anos de fundação, já contava com mais de 100 membros. 

Mais tarde, em 1889 dá-se oficialmente o início do cooperativismo no Brasil. A primeira fundação a aderir o movimento foi a Cooperativa Econômica dos Funcionários Públicos de Ouro Preto, no estado de Minas Gerais. 

Posteriormente outros empreendimentos com essa filosofia surgiram, e com o passar dos anos estão crescendo e fortalecendo a nossa economia.

Credibrf: uma cooperativa de colaboradores 

Como citamos anteriormente, um dos ramos do cooperativismo é o de crédito, em que a Credibrf atua há mais de 30 anos. 

Nosso objetivo é proporcionar qualidade de vida à nossa gente através de nossas soluções diferenciadas, hoje contamos com mais de 54 mil cooperados.

Você pode se tornar um cooperado e ter acesso a todos os nossos benefícios clicando aqui
Aproveite para seguir a Credi nas Redes Sociais, e fique por dentro de conteúdos relevantes para você, cooperado!

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Como faço para ser um cooperado?

Fazer parte da Credibrf é muito mais simples do que você imagina! Basta clicar no botão “Associe-se” logo abaixo, preencher, assinar a adesão e nos enviar juntamente com um documento pessoal por e-mail para relacionamento@credibrf.com.br

Se você preferir, pode ir até o posto de atendimento presencial da Credibrf em sua unidade de trabalho.

Ou você ainda pode baixar nosso aplicativo em seu celular!